Programa de Investimento em Logística terá licitações ainda em 2015

O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, confirmou o objetivo do Governo Federal de realizar ainda neste ano os primeiros leilões de arrendamento de terminais portuários da segunda fase do Programa de Investimentos em Logística (PIL), que prevê R$ 198,4 bilhões em investimentos.

 

O anúncio foi feito na solenidade de transmissão de cargo de ministro-chefe da Secretaria de Portos, de Edinho Araújo para Helder Barbalho. A nova Lei dos Portos, em vigor desde 2013, permitiu o aumento de investimentos em terminais privados, sem exigência de carga própria.

A lei estabeleceu as diretrizes para a licitação de novos arrendamentos e a renovação dos já existentes, visando a modernização e aumento da capacidade dos terminais portuários brasileiros, com vistas na maior competitividade internacional e redução de custos logísticos nacionais.

Já foram investidos mais de R$ 19 bi com o novo regimento por meio de autorização, construção e expansão de terminais privados e em arrendamentos. Deste o anúncio da segunda fase do PIL, em junho, foi autorizado a construção de cinco novos Terminais de Uso Privado (TUP), além de uma expansão, que somam R$ 2,9 bilhões em investimentos.

No total, a etapa de concessões portuárias do PIL prevê R$ 37,4 bilhões em investimentos e inclui 50 novos arrendamentos (R$ 11,9 bilhões), 63 novas autorizações para TUPs (R$ 14,7 bilhões) e renovações antecipadas de arrendamentos (R$ 10,8 bilhões).

Programa de Investimento em Logística terá licitações ainda em 2015
Author:
LOG
Log CP

NOTÍCIAS RELACIONADAS