Exportação para países vizinhos esbarra na logística

Os gargalos do transporte nacional impedem cerca de US$ 1,5 bilhão de entrarem na conta do comércio brasileiro com os países vizinhos. O número foi apontado no relatório “Desafios para a Integração Logística na América do Sul”, desenvolvido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O valor inclui produtos manufaturados no Brasil como carros, têxteis e alimentos. O estudo credita a perda de receita em exportações às condições precárias de rodovias, portos e ferrovias e à má integração logística com os países vizinhos.

Para o cálculo do calor, o estudo considerou a distância em relação a cada país, o volume de produtos escoados por cada modal de transporte e o tamanho dos mercados.

De acordo com o relatório, as exportações para a Argentina têm desempenho 7% inferior à sua capacidade total devido às rotas deficientes entre os dois países.

A exportação para Peru e Colômbia tem desempenho 5% menor em relação ao potencial pleno. Venezuela (4%), Chile (3%), Suriname (2%), Guiana, Paraguai e Uruguai (1% cada), completam a lista. Segundo o estudo, as trocas com Bolívia e Equador não apresentaram alterações.

Importância do mercado sulamericano

Para Matheus Castro, especialista em política e indústria da CNI, o cenário na América do Sul é preocupante e deve ser priorizado. “Os países sul-americanos se tornam o destino de 16% das exportações brasileiras. Isso exige um tratamento mais pragmático e menos político”, afirma.

A Argentina é um dos (se não o maior) maiores parceiros comerciais brasileiros, destino de cerca de 40% do total das exportações nacionais. O principal modal para o país vizinho são as rodovias (48% do total), seguido pelo transporte marítimo (45% do total). Cerca de 4% das cargas passam pelas rotas fluviais, 2% pelo transporte aéreo e somente 1% pelas ferrovias.

Considerando o total das cargas brasileiras para os 11 países, 53% vão pelo mar, 39% pelas rodovias e 5% pelo transporte aéreo. Os 3% restante são divididas entre ferrovias e rios.

Fonte: http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,exportacao-a-vizinhos-esbarra-na-logistica,10000019083

Exportação para países vizinhos esbarra na logística
Author:
LOG
Log CP

NOTÍCIAS RELACIONADAS