Empresas japonesas buscam oportunidades em logística e infraestrutura

Oito empresas e uma associação de produtores de café do Japão participaram nesta última sexta-feira de uma reunião com o ministro da Agricultura, Neri Geller, em Brasília, na qual manifestaram interesse em investir em ferrovias, rodovias, hidrovias e portos.

Segundo Geller, não foi assinado nenhum acordo de cooperação com o governo japonês. Entretanto, empresas do setor financeiro, como seguradoras, e, principalmente, da área de infraestrutura e logística, sondaram quais as reais demandas que o Brasil apresenta atualmente para investimento.

Os representantes das empresas quiseram saber qual a expectativa de investimentos em logística necessários hoje para potencializar o escoamento das produções brasileiras de soja, café e de carnes de frango, suína e bovina, segundo o ministro.

“Aqui foi discutida a questão dos investimentos privados, para sentir do governo brasileiro se há espaço e segurança para as empresas japonesas fazerem investimentos no Brasil”, contou Geller.

Segundo o ministro da Agricultura, os investidores japoneses têm grande potencial de atuar no Brasil para “nos ajudar a resolver gargalos de infraestrutura”. “Apenas uma das empresas que estiveram aqui já investiu US$ 500 milhões no Porto de Itaqui (MA) e outra disse ter US$ 140 bilhões em oferta de seguros para auxiliar empresas de infraestrutura”, afirmou.

“Colocamos para eles que temos capacidade de ampliar produção agrícola, mas temos gargalos em infraestrutura e essas empresas atuam em logística e querem investir no Brasil”, disse Geller.

Acompanhados do vice-ministro da Agricultura do Japão, Issao Harihara, estiveram no encontro representantes das companhias japonesas Mitsui, Mitsubishi e Sojitz, entre outras.

Fonte: Valor Econômico

Author:
LOG
Log CP

NOTÍCIAS RELACIONADAS