Empresa lança rastreador de cargas descartável

Um novo equipamento para o rastreamento de cargas chegou ao mercado com uma novidade: inserido diretamente na carga, o MXT-130D é descartável. O modelo foi desenvolvido pela Maxtrack, que atua no mercado de rastreamento e telemetria. O novo aparelho, da modalidade isca, permite acompanhar a localização contínua mesmo se a carga troca de veículos.

Ele funciona com tecnologia de GPS assistido (A-GPS) e o Location Based Services (LBS, Serviços Baseados em Localização em inglês). Com o A-GPS, o rastreador pode fixar a posição via GPS mais rapidamente, economizando a bateria do MXT-130D.

Com as duas tecnologias, o potencial de rastreamento é otimizado. Se a carga estiver em um local onde nos quais os satélites não conseguirem localizar, o LBS é ativado. Ele utiliza sinais de Estações Rádio Base (ERB), basicamente antenas de operadoras de telefonia móvel. O aparelho também é conectado ao MaxCloud, serviço de computação em nuvem da fabricante que realiza gerenciamento on-line dos equipamentos.

O rastreador tem apenas 120 mm de comprimento, 84 mm de largura e 18 mm de espessura. O aparelho pode ser controlado por comandos remotos e configurado via entrada USB A bateria tem autonomia de 15 dias de funcionamento.

O aparelho foi desenvolvido pensando no cenário de roubo de cargas no país. Segundo o jornal  Estado de São Paulo, a ocorrência do crime cresceu 2,8% no primeiro semestre de 2015 comparado ao mesmo período do ano passado. Foram registradas 4,4 mil ocorrências. “O MXT-130D é uma resposta da Maxtrack à crescente demanda de nossos clientes por um rastreador descartável, que seja altamente confiável e que os auxilie a enfrentar o grande desafio de segurança de cargas existente atualmente, no Brasil”, afirma o diretor de Tecnologia e Marketing da Maxtrack, Daniel Himelgryn. 

Empresa lança rastreador de cargas descartável
Author:
LOG
Log CP

NOTÍCIAS RELACIONADAS